Terça-feira, 22 de Maio de 2012
(dez)

Digo-te, copo, estás diferente. Nos meus olhos residem as perguntas mudas. Assume uma postura discreta para que mais ninguém na sala repara nas palavras já delineadas no seu cérebro. Não é que não sejas a mesma rapariga que conheci à três anos pois, felizmente, nunca me desiludiste. Contudo, estás diferente. Não há termo que melhor se aplique a tua nova forma de viver. Um sorriso desenha-se na minha face. Estás feliz. Livre de preocupações. Vives intensamente cada dia mas sem pressas. Era a constatação de um facto do qual eu própria já tinha ponderado uns dias antes nas minhas deambulações filosóficas nocturnas, porém a minha satisfação não provinha de a minha amiga ter diagnosticado tal mas residia no facto de ela ter reparado na mudança. Sabes que mais, eu cá tenho uma explicação para essa mudança. Estás apaixonada. A minha boca abre-se de espanto. Engasgo-me da gargalhada que me veio inconscientemente. Ri-te mas eu reparo...sempre aos cochichos com o teu amiguito. Aponta para o dito cujo que, nesse preciso momento, decide olhar na minha direcção e lançar um dos seus sorrisos de galã. Até no facebook, têm uma data de fotografias dos dois juntos. Abano a cabeça. Estás determinada a que eu arranje um namorado. Primeiro com o melhor amigo dele e, agora, com o próprio. Enfrentou os meus olhos. Já sabia que não me levarias a sério. Encontraste ainda presa a um passado que não interessa lembrar.


recortes: ,

copodeleite às 14:55
link | | (10) |

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter