Terça-feira, 25 de Setembro de 2012
males que vem por bem

As palavras mordem-me o lábio. São coerentes com o meu espírito saudoso de outras paragens, de outros destinos, de outras paranoias...contudo, indiferente ao facto que não correspondem ao que o bom senso apregou-a, tenho receio de várias respostas misturadas em gelo e cisnismo de muitos dos que me educaram. Eles não entende que me identifiquei com esta nova vida. Sei que não posso resignar-me ao fado mas o cansanço pelos sonhos já vai longe... Não mergulharei na obcessão. Viverei este momento, esta vida, só minha e de mais ninguém, da forma que me aprover. Farei por fazer o que não fiz em três anos de secundário em que privei. Chegou, por fim, o retorno mesmo que a meta esteja longe. E cada vez mais miragem que realidade.


recortes:

copodeleite às 11:39
link | | (2) |

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter