Sexta-feira, 8 de Julho de 2011
Semana.

Sobre o ruído da lâmpada fraca de luz fulminado os olhos líquidos, o sorriso desenhado sobressaia no rosto cansado. A satisfação espelhava-se na empolgação em que empregava a cada palavra pronunciada. A voz materna que lhe era emitida pelo telemóvel encostado ao ouvido denunciava as saudades. A falta que a sua presença fazia na casa. O pai já nem fala. Estava triste pela escassez de contacto. No entanto, a consciência não pesava. Sentia-se feliz naquele local distante de conhecidos. Onde o rosto que dormitava na cama do quarto adjacente era desconhecido. No entanto, tal não importava. A oportunidade de estar ali naquele local onde lhe davam a oportunidade de enriquecesse tanto pessoalmente como cientificamente era um sonho tornado realidade. Por consequencia, as caras novas que conhecia durante aqueles cinco dias era um presente. A união daquele grupo era um sentimento agradável. O sentimento de integração sem preconceitos. Onde as gargalhadas eram uma constante. Onde as horas pareciam minutos. A partilha de interesses comuns onde os julgamentos estavam ultrapassados era o lema daquele grupo. De locais diversos por esse Portugal fora longe dos namorados e dos amigos nos encontramos reunidos naquele departamento da faculdade com o simples objectivo de aprender, de investigar. Naqueles laboratórios, sentiu-se pequena. Os seus conhecimentos provenientes de um secundário defeciente eram mínimos em relação para os génios que ali habitavam. O inglês era a língua de comunicação. Porém, as adversidades não a assustaram, entusiasmaram-na. 

20090131112352

O blog não acabou. Nem o tenciono fazer. Agradeço a preocupação de todos os leitores.



copodeleite às 22:00
link | |

(168):
De Miriam ∞ a 18 de Julho de 2011 às 10:57
é parece que sim (;


De coraline a 18 de Julho de 2011 às 04:36
encontrei no tumblr. é comovente, é lindo é.. opá não há palavras


De a 18 de Julho de 2011 às 01:38
pois... Bem, vou dormir. beijinhos*** falamos noutro dia. Espero que tenhas gostado daquilo que leste da minha fic :D


De a 18 de Julho de 2011 às 01:32
Depende dos dias, horas de sono, humor, aulas, cansaço, luz, roupa, cabelo, e muitas outras coisas que metas para aí xD Mas obrigada :$


De a 18 de Julho de 2011 às 01:23
Não sou não... Quer dizer, no Inverno sou branca e no Verão sou morena, mas não é nenhum exagero...


De a 18 de Julho de 2011 às 01:17
Parabéns! :D Percebes agora quando eu digo que sou absolutamente comum?


De a 18 de Julho de 2011 às 01:10
A da esquerda, da tua esquerda? Se for a da esquerda da fotografia, lamento mas erraste. Se estás a falar da tua esquerda, então acertaste. Congratulations!!!


De a 18 de Julho de 2011 às 01:04
Faz uma aposta... Já agora eu agora estou bué diferente da foto, porque simplesmente cresci e mudei de corte de cabelo e, não sei porquê, mas eu juro que a minha cara mudou de forma e eu ainda nao percebi como, nem porquê...


De a 18 de Julho de 2011 às 01:00
Sim, a minha irmã mais velha chamava-me arrasa montanhas e eu caio em médias 1.5 vezes por dia, normalmente por tropeçar nos meus próprios pés.
Sinceramente, quanto ao ser bonita ou não eu juro que não sei. Há dias em que acordo e que sou capaz de me convencer a mim própria de que sou bonita, mas, outras vezes, isso não acontece, outras vezes só vejo defeitos e fealdades... (Sabes que eu sou uma das raparigas que está na minha foto de perfil...)


De a 18 de Julho de 2011 às 00:52
Não. Nem por isso. Quer dizer, não uso maquilhagem, nem saltos altos, apesar de adorar saias e tops e tudo o mais. Mas. Mas. De facto, com um rapaz é que não me pareço. Sou uma pessoa normal. Tipo daquelas , pelas quais passas na rua e não reparas ( a não ser que eu vá contra um poste, o que acontece com demasiada frequência xD)


Comentar post

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter