Quarta-feira, 11 de Abril de 2012
ainda da viagem.

Mas ele gosta de ti, com certeza.

Isso não faz sentido.

Com tanta gaja boa, foste a única que ele tocou durante toda a semana.

Queres tu dizer, fui a única burra que lhe deu bola!

Perdeu a timidez com a bebida e deixou os sentimentos virem ao de cima.

Tímido...ele?

Pois, ele não é desses. Ainda assim, ele estava a fim de ti.

Mesmo! Vocês fariam um casal tão bonito.

Assim, as explicações que lhe dás deixariam de ser de matemática e passariam a ser de anatomia.

Aí! Seriam beijinhos no pescoço, seriam...

Foi um caso de uma noite!

Achas mesmo?

Não me parece que ele seja desse tipo.

Os homens são todos iguais neste aspecto. Apenas pensam com a cabeça de baixo.

 

 

(dou um rebuçado a quem advinhar quais falas são as da minha pessoa)


recortes:

copodeleite às 21:00
link | |

(30):
De Jessie Bell a 15 de Abril de 2012 às 00:38
nao sei, diz-me tu, que estou curiosa...


De Chica a 15 de Abril de 2012 às 00:26
e boa o.o entrei na conta antiga sem dar conta, bem isto sou eu. novamente n aceites, já sabes que sou a mera cerm. (e de preferência responde pra essa conta!)


De Chica a 15 de Abril de 2012 às 00:23
não aceites e prepara-te que eu sou testamenteira, segundo me dizem. então, o k. é dois anos mais velho que eu e reside perto de lisboa. há cerca de três anos e alguns dias, estava eu a falar com um grande amigo (desde 2007) que conheci aqui nas redes sociais quando ele me para fazer uma video chamada e eu aceitei. e fiquei abismada ao ver que ao lado do tal amigo tinha dois rapazes que nunca antes vira. elogiei-os, mesmo sem os conseguir ver bem. um deles, aproximou-se da câmara e a rir-se escreveu uns bons quantos elogios. corei ligeiramente (típico duma jovem de 14/15 anos). depois, eles acenderam um candeeiro a meia-luz e apresentaram-se. o mais baixo era o r. e o que falara era o k, passou a chamada quase toda a remexer nos pequenos e raros "caracóis" e aflorava o rosto com um sorriso. e foi assim que troquei mails com um perfeito estranho que tinha um sorriso contagioso e olhos lindos. mais tarde, no dia 19 de julho de 2009, ele entrou nas redes sociais e perguntou quem eu era. apresentei-me como a rapariga que ele vira na casa do melhor amigo, há uns meses, e, nos cinco minutos seguintes, o meu ecrã encheu-se de pedidos de desculpa, por se ter esquecido. coibi o meu embaraço e falamos toda a noite, quase até o sol raiar. no dia vinte e um de Julho, o padrão repetiu-se, mas o seu altruísmo tornou-se ainda mais vincado, pois omitiu que se tratava do seu aniversário e não saiu das redes sociais, pois queria deixar-me a sorrir. algo improvável, tendo em conta a minha vida nessa altura. o tempo passou e as promessas amontoavam-se, juntamente com os sorrisos. depois as lágrimas, porque se diga de passagem que ele chora mais que eu e minha mãe juntas.«de que valem as palavras se só quero tocar-te?» «Um toque vale mais que mil palavras.» «um não o quê, nasce não sei como, dói não sei porquê.» (citações dele, note-se.) eram estas coisas que me punham parva, malograda. e eu culpava-me por não chorar, por não me expressar como ele. sorria que nem uma parva quando sentia o telemóvel vibrar na mala, sabes? corria para um canto onde ninguém me visse e, no meio de boatos, bullying psicológico e afins, sentia-me feliz enquanto falava com ele, não digo que o amo, porque não acredito em amores à distância, mas vejo-me a apaixonar por ele se eventualmente nos conhecermos pessoalmente. depois tivemos alta discussão que não te vou massacrar com. sofri muito, principalmente porque os pesadelos voltaram e sem ele pareciam mais lúgubres. demorou um ano e tal até voltarmos a conversar, noutra rede social. e bla bla bla. muita conversa e agora fizemos um acordo: um dia vamos nos conhecer pessoalmente, ver como a coisa corre e se não der certo, c'est la vie. havemos de ficar amigos. (e se quiseres gozar comigo, força, juro-te que não és a primeira e já me habituei aos comentários :b.)


De marlene cerm a 14 de Abril de 2012 às 23:07
oui oui! mas se não a achas, dou-te o meu mail e explico melhor lá. :)


De marlene cerm a 14 de Abril de 2012 às 22:55
o k.? longe disso. na minha antiga conta tenho a nossa história.


De marlene cerm a 14 de Abril de 2012 às 20:00
novamente, touché. falta ele perceber isso, mas estou a ficar sem meios.
talvez quando estivermos mais perto fisicamente, tente novamente a minha sorte.


De Sofia Sequeira a 14 de Abril de 2012 às 19:56
Muito obrigada, querida :) Um beijo grande.


De marlene cerm a 14 de Abril de 2012 às 19:02
não me subestimo, sou realista. sei que há piores que eu, mas também admito que há milhares melhores que eu.
e eu acho que se a psicóloga conhecer o k. pessoalmente, um dia, vai bramar que vai se mudar para vidente e repetir o "touché".


De marlene cerm a 14 de Abril de 2012 às 18:44
nunca lhe falei de rapazes, foi isso o que mais me surpreendeu. ela no final da última sessão, enquanto esperava pelo meu pai, começa assim: "será que te posso uma colocar uma questão?", eu assenti, e ela "suponhamos que conheces um rapaz (...), como o p. (colega meu), mas mais extrovertido (ou seja, o k.), seria correcto dizer que ele seria perfeito para ti?". eu corei até à ponta dos cabelos e ela "touché, então". oh, o meu nível de escrita não é nada do outro mundo, cherrie.


De umaraparigadesapatilhas a 14 de Abril de 2012 às 01:21
sim posso esperar algumas coisas mas, infelizmente, não é muito porque pronto.
há uma série de situações que me irritam, porque ele tem a puta da mania que tem sempre razão. Como por exemplo, numa sexta feira deu-me 5€ para eu ir tomar café com o pessoal, à noite, no entanto eu tinha mais 3€ mas tipo tinha que comprar a viagem de ida e volta para casa que é 1,75€+1,75€ e tinha que jantar lá e tomar o dito café, cheguei a casa perguntou-me quanto é que tinha gasto, eu disse-lhe que não me sobrava nada, fez grande escândalo ... tipo, não ia jantar era? -.- i mean, dude a comida não custa 1€ quando ele vai todos os dias almoçar com os amigos onde quer que os amigos/colegas queiram ir.


Comentar post

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter