Terça-feira, 3 de Maio de 2011
Escola.

A bem apresentada professora de bochechas coradas e dentes rectos amarelados do vicio que desde os anos de adolescente mantinha deslumbrava os seus infantis alunos. Torciam-se todos nas frágeis cadeiras de madeira devido à sua apresentação da teoria da Vida. Tentava estimular-lhes responsabilidade, objectivos e auto-estima. Palavras fortes e ameaças pontuava o seu discurso medonho. A sua pronúncia exagerada finalizava o pouco tom cómico que o assunto tinha. O silêncio imperava na humilde sala de aula. Apenas a esganiçada voz ressoava.

Façam as vossas medíocres médias e vejam o que vos espera no Futuro. As caras dos inocentes espelhavam um misto de confusão e histeria. Nunca tinham pensado num futuro para além do o imediato. O que iam fazer quando estivessem longe daquelas paredes amareladas. Nunca um futuro tão longínquo que a estupora da professora teimava em aproximar. Querem ir para a faculdade, suposta pergunta retórica pensava a crente professora. Um aluno de cabelo revolto loiro e olho azul ainda com o rosto todo borbulhento mostra uma indiferença que espanta-a.

Uma espevitada rapariga da outra ponta da sala de cabelo encaracolado forte eleva a voz. Desdenha calorosamente o que tinha ouvido. Stora, não me venha com tretas. Ambas sabemos que se não entramos numa, entrasse noutra. Nunca a professora tinha sentido tão ultrajada durante a sua carreira. Preferia habitual indiferença do que aquilo.

Por mais cordas vocais que gasta-se, nunca iriam mudar. Apesar da promessa que tinha feito. O que outrora era esperança de uma possível mudança, agora, não passava de uma desilusão. Nada que fazia conseguia chegar aqueles convencidos ricos mimados.



copodeleite às 21:00
link | |

(22):
De prettyydal a 9 de Maio de 2011 às 20:57
isso mesmo. é isso que me acontece.
tbm me revolta imenso. x:


De prettyydal a 9 de Maio de 2011 às 20:38
magoa e muito. o que mais custa é estarmos sempre lá para essa pessoa e depois esta, não nos sabe dar o valor devido.


De prettyydal a 9 de Maio de 2011 às 20:29
é como se fossemos uma pastilha elástica. mastigam-na e quando acaba o sabor, deitam fora.


De prettyydal a 9 de Maio de 2011 às 20:24
muito triste, mas eu tenho é q ter força. oh, obrigada querida, se tambem indentificas-te com algumas coisas, as melhoras para ti também, então.
claro que podes. vou-te seguir. :)


De Cate J. a 9 de Maio de 2011 às 20:11
querida, postei Life Hurts espero que gostes e comentes :)
beijinhos


De Miriam ∞ a 9 de Maio de 2011 às 15:42
há rapazes assim , e o Josh é um deles (:


De Joana Freitas a 8 de Maio de 2011 às 20:24
Somos duas então :D


De maraft ♥ a 8 de Maio de 2011 às 16:45
capítulo 3 postado (:


De Rian a 8 de Maio de 2011 às 11:01
Obrigada por comentares :D


De Inês Tavares a 7 de Maio de 2011 às 18:52
obrigado querida :)
Igualmente.


Comentar post

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter