Sábado, 3 de Dezembro de 2011
Afinal, o que sou eu?

Hoje, deixarei de pensar. Darei uma pausa. Escreverei sem hipérboles ou analogias, nem recursos estilísticos. Cansei-me. Pois bem, não será, por isso, que deixarei de escrever. Falarei do superficial, do atingível por todos que me conhecem no mundo palpável. Falarei, então, do quê? Da escola, dos testes, não. A minha vida escolar não define quem sou. Pouco transpareço o meu Eu nas aulas. Obrigo-me a representar, a transformar-me na ideia de perfeição instituída pelos professores, dando pouco de mim ao personagem. No entanto, não afirmo que à dias em escorrego e as sensações e pensamentos fervilham nos meus olhos. Sempre me disseram que os meus olhos eram a única coisa pura em mim, onde descobririam a verdade. Recomendo-te, pelo vosso bem, Não me olhes nos olhos. Prefiro que aches que sou cínica e falsa, do que o que o eu realmente sou. Sou uma das que se revolta silenciosamente na procura de uma vingança dolorosa. Sou das que que imagina tais teorias hipotéticas, mas nunca as põem em prática por pena do inimigo. Sou das que repensa nas acções e arrepende-se das que não fez. Sou de poucas palavras. Sou fria nas relações. Sou distante. Porque isto? Será medo de não gostarem de mim pelo que realmente sou, de não me conseguir integrar, ou será uma ilusão minha o que julgo que sou? Talvez, tudo passe de invenções. Talvez, não represente na escola nem na vida. Talvez, seja assim com toda a dita perfeição. Talvez, a imagem que tenho de mim é um reflexo do que gostaria de ser, algo distorcido da realidade. No entanto, recuso uma ideia plana do meu ser. Sou mais do que aquilo que transpareço. Sou um conjunto. Um todo. Ou um nada. Não sei. Estou confusa e estou cansada. Quero que chova. Quero que volte a trovoada. Estranhamente, dá-me conforto ver o reboliço da janela do quarto à noite. Oferece-se uma calma inexplicável. Faz-me deixar de pensar, por momentos. Algo que de momento não consigo. Entristece-me a valer!



copodeleite às 16:00
link | |

(19):
De Teresa Isabel Silva a 5 de Dezembro de 2011 às 11:53
Então rapariga que se passa? como tens andado?
Bjxxxx


De Jé. a 4 de Dezembro de 2011 às 15:37
Antes de mais devo dizer que adoro o novo visual ^^
Em relação ao post acho que esta a tornar-se repetitivo eu dizer que adoro, mas ADORO mesmo a forma como escreves. E tu és tu, e só tu sabes quem és. Só tens de te dar a conhecer a quem queres. Tu controlas o teu ser :)
- beijinhos querida :)


De Jessie Bell a 4 de Dezembro de 2011 às 14:39
Esta, a do texto :x Que template e que estas a usar?


De Tyla a 4 de Dezembro de 2011 às 13:13
amo o texto, tá lindo ... mas não te entristece que as pessoas não saibam quem realmente és ? $: @
SE Não quiseres responder, não respondas ... mas fizeste me quase chorar, com o que escreveste! @
Beijinhos.


De Mariana a 3 de Dezembro de 2011 às 23:44
deica lá o que interessa é que gostaste:)


De Mariana a 3 de Dezembro de 2011 às 23:31
obrigada:) e não dá?

isto é lindo!


De тιago a 3 de Dezembro de 2011 às 23:17
estás perto (:


De тιago a 3 de Dezembro de 2011 às 22:42
gostei da maneira como este post está escrito, estás tu, de maneira diferente, mas tu.
só erraste na parte do cabelo curto e espetado xD


De Jessie Bell a 3 de Dezembro de 2011 às 22:11
Espero que nao tenha sido eu a causar tal introspeçao :x Acho que apenas percebi como as coisas funcionam, de uma vez


De savannah w. a 3 de Dezembro de 2011 às 21:25
obrigada. (:
gostei deste post,


Comentar post

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter