Quarta-feira, 9 de Novembro de 2011
Sim ou não?

O dia vai no auge e não penso. Fujo da discussão. Termino o capitulo da consumição. Estou bem. A gargalhada volta e o coração respira. A cabeça concentra-se nos estudos. Porém, mal fecho os olhos, o controlo evapora-se e os pensamentos ficam novamente livres e soltos. Procuram no inconsciente as minhas fragilidades. Pesadelo. Com uma atitude de louca, abro os olhos novamente. Corro para a cozinha, ainda a madrugada gela os ossos, e tomo um café duplo. Queimo a garganta. Dói. Tenho medo. Falta coragem. Falta sentido de oportunidade. Falta a pergunta à minha resposta. Falta a conversa que adiamos à meses. Falta o sim ou o não para seguir em frente. Falta tudo e deixa-me nada onde me possa agarrar para acreditar na reconciliação. 



copodeleite às 17:00
link | |

(29):
De Jessie Bell a 11 de Novembro de 2011 às 15:16
Eu tambem e quero mesmo acabar aquilo :x


De Jessie Bell a 11 de Novembro de 2011 às 15:03
Estou há muito tempo para publicar... Mas a preguiça anda a matar-me x)


De Teresa Isabel Silva a 11 de Novembro de 2011 às 11:15
Então miuda,. tens andado desaparecida...
Está tudo bem cntg?
Bjxxx


De Jé. a 11 de Novembro de 2011 às 00:23
Pois, entendo. Mas acumular não é de todo o meis certo. Porque mesmo que agora tenhas toda a razão do mundo, se um dia "estoirares" realmente podes perde-la, e dizer muitas coisas que nem sequer sentes. E no fim magoas essa pessoa, e magoas-te ainda mais. Mais vale tentares falar com ela a bem e enquanto ainda aguentas e controlas o que sentes. Quanto ao facto de achare que não a conheces pelas atitudes que toma agora, talvez ela esteja a sofrer também, e seja essa a maneira dela de se "auto protejer", se é que me faço entender. Claro que não é a atitude certa a tomar, mas pode ter sido a unica maneira que ela arranjou. Entendes ?


De Jé. a 11 de Novembro de 2011 às 00:07
Foi exatamente na altura em que senti que perdi todas as pessoas que criei o blog. Também ninguém que eu conheça sonha sequer com a sua existencia. E vai continuar assim. Mas acredita. Podes falar comigo o que quiseres. Não sou de julgar nínguem. Nem o meu próprio pai eu julguei! Não has-de ser a primeira querida :)


De Jé. a 10 de Novembro de 2011 às 23:58
Pois .. Mas acredita que eu também não sou assim. Talvez só o seja mesmo aqui. Consegui esconder um segredo (problema) meu do mundo inteiro durante 5 anos. E na verdade eu não confio em NINGUÉM. Mas aqui sinto-me completamente livre. Não conheço ninguém. e sei que mesmo que exitam certas pessoas "fofoqueiras", llá está, não as conheço. Nunca me irão olhar de lado, e muito menos contar a meio mundo que me rodeia todos os dias ..


De Jé. a 10 de Novembro de 2011 às 23:52
Oin :$ Que querida :) Eu também não me importo absolutamente nada de ouvir os outros, sempre, mas sempre que precisares podes falar comigo. Tal como eu disse à pouco, por vezes é bom ^^


De Jé. a 10 de Novembro de 2011 às 23:48
Assim o farei :) obrigada a serio. Não me conheces de lado nenhum, e já ouvis-te parte da história da minha vida :x Desculpa :s


De Jé. a 10 de Novembro de 2011 às 23:43
Concordo totalmente ! Isto vai passar, não sei bem quando mas vai :)


De Jé. a 10 de Novembro de 2011 às 23:27
Não pois não? Pois, sou a unica que nao vejo isso! Sou a única que ainda acredita que ela vai perceber que está mal e vai ficar comigo. Sou tão parva :(


Comentar post

Encontras...

Créditos

Formspring

Perfil

Visitas
Free Web Hit Counter